• Neuropsicologia
  • O caminho para alcançar um estado emocional estável e saudável
  • A neuropsicologia desempenha um papel fundamental na compreensão do funcionamento cerebral ao permitir o estudo aprofundado das funções cognitivas, emocionais e comportamentais, tanto em condições normais como patológicas.

    Com base na avaliação neuropsicológica é possível programar e executar um plano de reabilitação/estimulação cognitiva personalizado, com vista a maximizar e estabilizar as funções cognitivas e o processo de deterioração das mesmas, tornando o paciente autónomo e com maior qualidade de vida.

    É por isso recomendada em casos de dificuldades associadas a condições neurológicas ou psiquiátricas, no acompanhamento do normal envelhecimento cerebral e como forma de prevenção e rastreio de dificuldades futuras.

  • Psicoterapia Cognitivo-Comportamental
  • Vá além da compreensão interior e supere o que o/a aprisiona
  • Envolvendo técnicas e estratégias terapêuticas com a finalidade de modificar padrões de pensamento, através da reinterpretação dos elementos que geram emoção negativa, esta é uma terapia objectiva que visa a reestruturação cognitiva.

    Enquadrada na abordagem psicológica mais actual, é das técnicas da psicologia clínica contemporânea que maior eficácia apresenta no tratamento de diversos transtornos psicológicos.

    Está por isso indicada para casos de depressão, perturbações generalizadas de ansiedade, ataques de pânico, fobias, transtorno obsessivo-compulsivo, comportamentos aditivos, distúrbios alimentares, disfunção sexual na mulher e perturbações da auto-estima.

  • Mindfulness Based Stress Reduction - MBSR
  • Não se deixe aprisionar pelo stress
  • Orientado para adultos, o programa de Mindfulness Based Stress Reduction recorre a uma combinação de meditação, consciência corporal e ioga para ajudar o paciente a tornar-se mais consciente.

    As técnicas de MBSR proporcionam uma maior clareza, que auxilia à resolução de problemas e à concentração.

    O facto de dotar o paciente de ferramentas e estratégias que lhe permitem antecipar a sua reacção perante elementos geradores de stress, facilita a aprendizagem e a aplicação dessas habilidades ao quotidiano.

    Para além de ser uma excelente terapia para a promoção de bem-estar mental, é igualmente aconselhado no tratamento da dor crónica, stress, ansiedade, depressão, distúrbios do sono e luto.

  • Aconselhamento Parental e Psicoterapia Infantil
  • Dê uma resposta positiva a todos os desafios próprios de cada etapa do crescimento
  • Não sabe que atitude adoptar em caso de birra? Tem dificuldade em fazer com que a criança durma na sua cama? Preocupa-o como a criança vai lidar com questões como o divórcio ou o luto?

    O aconselhamento parental é um serviço que pretende aconselhar e orientar os pais e educadores na desafiante tarefa de educar os filhos, procurando facultar ferramentas facilitadoras da tarefa educativa, com o objectivo de diminuir as dificuldades de foro psicológico ou psicopedagógico e melhorar o bem-estar da criança ou adolescente em ambiente familiar.

    Trata-se, portanto, de um processo de constantes adaptações e desafios que implica uma contínua aprendizagem de todos os intervenientes.

    A psicologia infantil, orientada para a faixa etária dos 3 aos 18 anos, debruça-se sobre o estado do desenvolvimento da criança, permitindo observar se o mesmo está a processar-se nos parâmetros esperados.

    A correcta e especializada abordagem terapêutica permite diagnosticar e tratar eventuais desvios, potenciando o desenvolvimento harmonioso da criança.

  • Constelações Familiares
  • Seja autor da sua própria estória
  • Todos herdamos e interiorizamos memórias fotográficas com origem familiar, social, cultural e histórica. Estas imagens, estejamos conscientes ou não da sua existência, manifestam-se no dia-a-dia das mais variadas formas: umas, ajudam a orientar as nossas vidas para caminhos de felicidade, outras, para caminhos de sofrimento. É sobre estas últimas imagens e respectiva energia que geram, dentro e em torno de nós, que as constelações familiares actuam.

    Depois de apresentar o tema que pretende trabalhar e que lhe causa algum tipo de sofrimento/desconforto, como por exemplo um medo inexplicável, conflitos profissionais ou um assunto inacabado, o utente visita acontecimentos marcantes e factuais associados a esse tópico e que estão, de alguma forma, a influenciar negativamente a sua vida. Depois de projectar e recriar essa memória, pela representação, o paciente é confrontado com novos pontos de vista para análise, estará apto a libertar-se e compreender o que o levou a este ponto.

    Enquanto abordagem inovadora, de raiz psicoterapêutica, apresenta-se como uma excelente ferramenta para trabalhar aspectos da personalidade (intolerância, falta de auto-estima, amor próprio, etc.), padrões de comportamento (vícios, agressividade, tendências suicidas, medos, etc.), conflitos de casal, problemas entre pais e filhos ou com determinado grupo social.